quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Deformado corpo

Quente e luminosa alegre luz
porque me fazes este sangue derramar?
A cabeça me fazes doer
até influencias o meu paladar...

Vês por ti não me posso guiar
tu estúpida luz apenas desejas
o meu corpo lentamente deformar!
E com o meu sangue pretendes o chão marcar.

O meu sangue essencial, tu, luz
pelo nariz tu o fazes sair
as vezes pela boca ele viaja
e, com água fria, rapidamente me fazes emergir.

Rápido, por favor pára de me prejudicar!
Por tanto me insistires por culpa de ti
ás vezes no escuro prefiro ficar...

2 comentários:

Dark Rose disse...

Tá bues fixe..
Aquela cena do sangue derramar.. pq da luz.. ta de génio.. até pq a luz pode ter vários significados mas so nas ultimas estrofes se percebo o fundamento tanto do sangue como da luz

Shiny disse...

eh pah.. XD
ja sabes tens de fikar longe da luz, e é se não queres o nariz a sangrar... A luz é violenta xiça >.<"