domingo, 24 de abril de 2011

É Natural

"Reles e insignificantes objectos"
Era meu pensamento de outrora
Algo alterado em variados aspectos
Como o visto na paisagem de aurora.

O que não vemos? Vidas ali ocultas
Como o vento esvoaçante numa folha
Mostrando a natureza para uns morta
Esquecemos: sua exercente forma nos olha.

Ela é natural, nada humana.
Desrespeito é o que o nós faz
Criando as nossas invenções
Humanas e igualmente, desumanas...

2 comentários:

Carina Rocha disse...

Wow, parabéns pelo blog, demais, escreves muito bem. *

Carina Rocha disse...

Obrigada pelo teu comentario =) até me ri ao lê-lo ^^ mas nao escrevo assim tao bem... mas obrigado. Mais uma vez, parabéns à tua escrita e poesia fantastica.. inté :)