sábado, 6 de novembro de 2010

Pequeno Ecrã

Pequeno ecrã que enches vista
Fazes-me de ti depender
Posso até ser alpinista
E nem uma perna mexer.

Naquele estranho local de milhares
Os navegantes imaginam suas viagens
E nos locais  por onde pensam andar
Deixam vestígios das suas passagens.

No mundo que tu mostras
Quebras o real convívio
A verdade destroças e...
Crias-te vicio de desanuvio.

Sem comentários: